Translate

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

DoReMi Fantasy: Milon's Dokidoki Adventure - Super Famicom



DoReMi Fantasy é um título da Hudson Soft, produzido para o Super Famicom e lançado em 1996. Esse é mais um daqueles jogos que ficaram restritos apenas ao Japão, mas como nossos amigos do Rom Hack sempre estão dispostos a ajudar, o jogo foi traduzido para o Inglês e é bem simples encontrar ele já patcheado.

título é uma continuação de Milon's Secret Castle lançado para NES em 1986. O protagonista é o garoto Milos, e apesar de ser uma continuação o jogo é bem diferente. Milon's Secret é um jogo de plataforma com quebra-cabeça, e o jogo todo se passa no castelo de Garland

O jogo foi abordado em um episódio do AVGN, e ele critica bastante o jogo. Alguns aspectos do jogo são muito mal pensados e acabam atrapalhando bastante. Por exemplo, muitas portas e passagem que são necessárias para progredir no jogo estão muito bem escondidas, sendo necessário atirar uma bolha no local certo para poder encontrá-la, agora, imagine que os cenários tem um tamanho considerável, você vai perder muito tempo atirando em todas as partes, e isso é muito frustrante. Outros aspectos como passagens falsas que te levam para a entrada, a falta de um mapa para melhor orientar o jogador e tudo isso somado ao fato do jogo conter apenas uma vida dificultam muito a vida do jogador.


Mas esqueça esses problemas do jogo anterior, a Hudson Soft remodelou todo o jogo, e e sua estrutura agora é de um plataforma tradicional, daqueles bem caprichados e divertidos.



A história é bem básica: Os instrumentos lendários da vila de Milon foram roubados e amaldiçoados pelo mago Amon. E por isso a música da floresta despareceu, além disso a fada Alia, amiga de Milon foi sequestrada. 
Milon decide recuperar os instrumentos que estão em posse dos Minions, capangas do Mago Amon, e para isso deverá percorrer diversas fases que contém várias estrelas, necessárias para retirar a maldição dos instrumentos, e além disso também resgatar sua amiga a fada Alia.

Os controles do jogo são bem simples, iguais aos outros jogos do Super Famicom/SNES. Para atacar o personagem usa um canudo para soprar bolhas, e ao acertar uma bolha no inimigo ele ficará preso nela por alguns segundos, e basta apenas encostar nele para derrota-lo. Não adianta pular em cima dos inimigos, pois eles vão ficar apenas achatados.

A barra de vida do personagem é representada pela cor de sua roupa. Ele começa com a roupa vermelha e quando recolhe alguma roupa pela fase a cor dela vai alterando para azul e verde. A cada dano sofrido a cor da roupa muda, e se o personagem sofrer algum dano com a roupa vermelha o jogador perde uma vida. 

As fases tem itens para ajudar o personagem a passar por elas de forma mais fácil, nenhum deles é essencial, mas todos são boas aquisições e vão ajudar bastante o jogador. Todos os itens recolhidos durante a fase continuarão disponíveis até que o jogador perca uma vida.

Ballon Gun: Item bem útil, quando o personagem cair em algum buraco, faz um balão com o chiclete e pode flutuar pelo cenário por alguns segundos.


Fluffy Shoes: Segue o botão B no ar para o personagem cair bem devagar. Para mim o melhor item do jogo. Necessário para encontrar vários locais escondidos, e para passar nas fases mais difíceis cheias de plataformas é uma mão na roda.

Mult Shot Boost: Sopra até três bolhas bem rapidamente, quase simultaneamente. Item muito bom, ajuda a derrotar os chefes e a destruir blocos que escondem passagens secretas de forma mais rápida.

Range Boost: Aumenta o alcance das bolhas.

Spike Shooes: Evita que o personagem deslize muito. Muito bom nas fases de gelo.

Cada mundo possui um instrumento que está sob o poder de um Minion, um capanga do Mago Amon e que quando derrotado irá entregar o instrumento para você. O Instrumento está amaldiçoado e é necessário retirar a maldição dele, para isso você precisa encontrar as cinco partes da estrela. As fases que possuem uma parte da estrela para ser coletada têm o desenho de uma estrela no mapa. Algumas partes são fáceis de encontrar, já outras estão bem escondidas. Você pode concluir as fases que possuem a parte de estrela sem pega-la, mas para avançar para o próximo mundo é necessário conseguir todas as partes da estrela.

Quando você conseguir todas as partes, um NPC no mapa vai retirar a maldição do instrumento e você poderá utilizá-lo.

Quando as cinco partes da estrela são encontradas, um NPC vai retirar a maldição do instrumento
O jogo tem um ritmo muito bom, alternando entre a progressão lateral, onde o objetivo é o simples e já conhecido chegar ao fim da fase; fases com puzzles simples, como por exemplo descobrir qual parte do cenário destruir e que funcionam muito bem, e não deixam o jogador frustrado, coisa que acontece com muita frequência no título anterior do NES.


O level design é muito bom, o jogador não terá nenhuma dificuldade em encontrar as passagens, e os locais secretos são simples de serem encontrados. Os mundos que compoẽm o jogo são típicos dos jogos de plataforma com fases aquáticas, de gelo, fogo, e pode-se nota a inspiração de várias histórias famosas, como uma fase em um ateliê com vários Pinocchios. Os famosos personagens da Hudson White Bomberman e Black Bomberman também fazem uma rápida aparição, nada muito demorado, mas uma boa sacada.

Apesar dos chefes não serem muito difíceis, são bem humorados garantido boa diversão ao enfrenta-los
Não espere nenhuma boss battle no estilo Megaman, derrotar os bosses requer pouca estratégia, mas não se preocupe pois apesar da baixa dificuldade elas não são ruins, muito pelo contrário, o bom humor está presente em quase todos eles, e alguns tem detalhes bem engraçados como a princesa que vai se transformando em rã aos poucos...

Uma ressalva fica por conta da dificuldade que no início demonstrava ser maior e no decorrer do jogo parece diminuir. A principio pensei que conforme me acostumava com o jogo, ele estava se tornando mais fácil, mas não, depois percebi que o desafio é baixo mesmo.. Mas não se assuste, pois apesar disso o jogo possui boa duração e conforme você vai conseguindo os instrumentos musicais pode revisitar alguns fases e com a ajuda da nova habilidade adquirida acessar locais antes inacessíveis, isso somando a excelente jogabilidade garantem boa diversão, sem parecer um jogo muito fácil ou rápido de ser finalizado.



Os gráficos são muito bons, todas as fases possuem cores muito bem escolhidas e os detalhes das fases como folhas voando, o gelo e as estrelas no céu em algumas fases dão um tom muito bonito e bem fantasioso conforme o título do jogo já anuncia.
O personagem é muito bem desenhado e todos os detalhes e animações colaboram para enriquecer o seu visual além de torna-lo bem carismático.
Eventualmente ocorrem alguns slowdowns, mas nada que incomode muito, ou prejudique o jogo nos momentos mais complicados.

Sonoramente o jogo se destaca, e muito! A qualidade do áudio é incrível, fácil-fácil uma das melhores do Super Famicom. As composições são belíssimas, um grande trabalho da compositora Jun Chikuma, que já compôs musicas para praticamente todos os jogos do Bomberman, além de Adventure Island, Faxanadu e mais um monte de bons jogos.



Bom, o jogo é um excelente plataforma, com muitas idéias já vistas em outros jogos, mas isso não tira seu brilho. É um jogo muito divertido, com boa duração e não se torna repetitivo ou massante.

Se você ainda não jogou DoReMi Fantasy, de uma chance a ele, garanto que não vai se arrepender!.

7 comentários:

  1. Esse jogo parece bem legal, eu não conhecia. Onde foi parar essa Hudson de antes?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Doc, esse jogo é muito bom, vale uma jogada.
      A Hudson infelizmente não foi muito bem absorvida pela Konami.. O Bomberman novo do Switch parece ser bom, mas longe de ser aquele retorno que os fãs esperam.
      Abraço

      Excluir

  2. Esse é novidade para mim. Esse aspecto do desafio frustrante que exige que você decore toda a fase ou tente coisas absurdas para progredir é ruim mesmo. Mas isso é coisa de NES e lá a gente sabe que tem pedreira mesmo.

    A versão do Super Famicom está antes de tudo muito bonita. Adorei as imagens do jogo! E essa transição de plataforma com puzzle também é legal. Kkkkkkkk isso é estranho mesmo, tem jogos que apresentam dificuldade alta que vai caindo no decorrer da aventura, eu não lembro um exemplo mas sei que tem jogo assim com certeza! Claro que vou jogar e se der vou fazer um post para ele também, excelente dica!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Decorar todas as portas escondidas em Milon Secret Castle é muito complicado mesmo. Infelizmente esses jogos mais antigos do NES afastam os jogadores graças a muitas dificuldades e complicações.

      DoReMi Fantasy é ótimo mesmo, descobri ele faz uns 10 anos, e já finalizei várias vezes. Pode jogar que esse jogo vale a pena. Faça um post sobre ele sim, pois a experiência com esse jogo é muito legal.

      Obigado pela visita!

      Excluir
  3. Nunca joguei, parece ser um ótimo jogo! Essa lista de jogos antigos a conhecer não pára de aumentar... hehe. Ótimo blog!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse jogo é ótimo mesmo, ele é caprichado em todos os sentidos, um ótimo exemplo do tempo de ouro da Hudson. A lista de jogos antigos é enorme mesmo e ainda bem, pois ainda temos muita diversão aguardando.
      Obrigado pela visita e pelo comentário.

      Excluir